segunda-feira, 25 de julho de 2011

Quem nasceu para burro lagartixa*,**

Foi pela mão da Pólo Norte do Quadripolaridades que cheguei ao Pedro do We'll Always Have Paris, nome que imediatamente indicia um blog de alguém interessante (ou quanto mais não seja interessando no Casablanca).
Coscuvilhando alegremente posts abaixo, pois que o moço escreve bonito e, estando apaixonado, coisa que eu acho normalmente ajuda à inspiração, escreve cartas de amor que me fazem querer imediatamente abandonar marido e filha e tornar-me objecto deste seu desvelo, encontrei este post que me fez reconhecer o quão simples (simplória!?) sou. É que o Pedro, ao ver uma instalação de Manuel Botelho no Centro Cultural de Cascais intitulada "Cartas de Amor e Saudade", fotografou-a e intitulou a sua posta "As minhas estão atadas com fitas de seda e guardadas numa caixa de sapatos". Eu cá só consegui pensar "e aquilo não pega fogo?".

*Quem nasceu para burro lagartixa nunca chega a cavalo jacaré. Ou quem (só) nasceu para as bolachas nunca chega ao chá das cinco com scones. Ahhh... scones... 
** Sugestão de mamãe.***
*** Mamãe anda prolífica em sugestões, agora que me apanhou por cá. Censura! Censura!!!!!!!!!!!!!! Socorro!!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário